Os caninos podem vomitar por diversas causas. Muitas vezes, costuma se tratar de uma questão temporária e que não apresenta maior agravamento. Mas se o fato se repete, pode ser um sinal de que algo mais grave está ocorrendo com o peludo e que, por esse motivo, é necessário visitar o veterinário. Em modo geral, é algo que traz muitas dúvidas aos proprietários. A primeira coisa que é necessário entender, é a diferença entre vômito e regurgitação. Se o seu animal assim que acaba de comer devolve toda a comida e, muitas vezes, até come o que acabou de expelir, ele está regurgitando. Na maioria das vezes, isso é uma defesa do organismo. O vômito é a expulsão do conteúdo presente no estômago e/ou intestino delgado e o proprietário ira notar que o cão fica andando de um lado para o outro, com ânsia, até vomitar. O alimento sai digerido ou pelo menos parcialmente digerido. Se o vômito for esporádico, ou ocorrer após a ingestão de grama, água do mar, areia ou algo semelhante, uma ou outro vez, é só acompanhar. Não é nada muito alarmante. Já se isso for frequente, o médico veterinário deve ser procurado imediatamente Diferentes causas podem acarrear o vomito, como a ingestão de comida de pessoas, comida do próprio cachorro não digerida ou parcialmente digerida ou matéria não identificável, parasitas, doenças do estômago ou desequilíbrio em eletrólitos. Algumas doenças também podem causar vômitos em cães devido a um acúmulo de toxinas no sangue. Se o seu cão vomita uma, duas ou várias vezes, no entanto, e parece incapaz de manter qualquer coisa em seu organismo, incluindo fluídos, uma visita ao veterinário é mais que necessária.

Crédito: Maiara Rosa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *